Snapchat ainda é a rede social mais utilizada por jovens americanos

0 0
Read Time:1 Minute, 16 Second

2017 foi um ano de desafios para o Snapchat, que viu sua concorrência aumentando com o surgimento da função stories em outras redes sociais como Facebook, e mais ainda pelo crescimento e as constantes atualizações do Instagram Stories.

Tudo isso fez o app passar por algumas reformulações, boatos de encerramento, compra de uma porcentagem de suas ações por uma empresa chinesa e um grande investimento em Realidade Virtual (não exatamente nessa ordem).

O balanço do primeiro trimestre da rede social nesse ano não foi dos melhores, com um crescimento de 178 milhões de pessoas e bem abaixo dos 300 milhões do Instagram Stories. Ainda assim, o fim de 2017 trouxe um dado bem relevante para o Snap: o aplicativo ainda é o mais utilizado entre adolescentes dos Estados Unidos.

A informação é da RBC Capital Markets, que publicou o resultado nessa semana. Cerca de 79% dos adolescentes dos EUA que têm entre 13 e 18 anos usam o Snapchat mais que qualquer outra rede social. Desse grupo, 73% também têm uma conta no Instagram, mas apenas 57% estão no Facebook.

Os usuários do Snapchat também apontaram qual o recurso mais importante dentro do aplicativo para eles. E, curiosamente, 68% deles citaram as mensagens como principal.

Vale ressaltar aqui, que o Instagram já parece ter percebido o quanto as mensagens diretas agradam aos usuários, visto que a plataforma tem lançado atualizações e melhorias focando exatamente nesse recurso.

Fonte: http://www.b9.com.br/83677/snapchat-permanece-como-rede-social-mais-utilizada-por-adolescentes-americanos/

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Previous post Como fazer crescer sua marca em tempos difíceis
Next post Google altera algoritmo e sites otimizados são beneficiados